12 de janeiro de 2010

O que falou-se sobre o Chonga Mandinga

Aqui vão alguns links de Jornais que reportaram o acontecimento Chonga Mandinga. A TV esteve presente, assim como o rádio (tentaremos em breve postar links para estes). O Festival do Xitende, conforme citado na maioria das reportagens, era parte integrante do Chonga Mandinga, e ocupou todo o primeiro dia de atividades.


O Jornal Notícias de sexta-feira (8/1/2010) noticiou:


Hoje, na Casa de Cultura do Alto Maé: Festival do Xitende

A CASA de Cultura do Alto Maé promove a partir das 15.00 horas de hoje o primeiro Festival do Xitende, com o intuito de aviventar aquele importante instrumento tradicional moçambicano, mais praticado na região sul do país.

O objectivo do festival, segundo informações em nosso poder, é homenagear e promover o xitende, importante instrumento tradicional moçambicano.

O xitende é uma espécie de harpa unicorda, tocado em cerimónias festivas e ritos de passagem, acompanhado de outros instrumentos. Apesar da sua grande importância cultural e histórica o instrumento vem sendo esquecido pela grande maioria dos moçambicanos.

Com efeito, no Festival do xitende vai ser executado nos seus diversos usos: à maneira tradicional, com outros instrumentos moçambicanos em fusão com outros ritmos.

Será igualmente executado conjuntamente com seus "parentes", tal como o berimbau, muito ouvido em Maputo nas diversas rodas de capoeira. Sendo parte da herança africana no Brasil, atribui-se a origem do berimbau ao xitende e instrumentos semelhantes encontrados em diversas partes de África, como o urucungu, hungu ou mbolumbumba em Angola.

Para além de apresentações, haverá debates e oficinas de construção de instrumentos.

É esperado no festival um público constituído por agentes culturais, músicos, diversos grupos culturais que utilizam instrumentos tradicionais, estudantes de música tradicional e praticantes de capoeira.

Entretanto, de acordo com uma nota de Imprensa da Casa de Cultura do Alto Maé, além de apresentações de tocadores de xitende moçambicanos, é esperada a participação da Orquestra Nzinga de Berimbaus, do Brasil.

Depois de Maputo, o Festival do Xitende continuará na província de Gaza, sendo palco a Casa de Cultura da Xai-Xai, com apresentações na terça-feira, 12 de Janeiro, a partir das 13.00 horas.


O Jornal O País, da mesma data, também marcou presença:

Xitende e Berimbau na Casa da Cultura


O Club of Mozambique (agência online de notícias sobre Moçambique, em inglês) não ficou para traz:


Xitende Festival at Casa da Cultura do Alto-Maé


Mais, em breve :)

Um comentário:

checo disse...

oi limaverde! parabéns a toda a galera do maputo pela realizaçao e sucesso desse grande evento. estou certo que foram jornadas cheias de ngunzo, aprendizagem e muita troca. esperamos saber mais do evento! que lindo pensar que o nzinga está espalhando a semente na mae africa.

abraços
checo
mexico